Resina Composta

Sendo utilizadas desde 1950, as resinas compostas são tidas como um dos itens mais importantes para o avanço da restauração dentística, permitindo que procedimentos se tornassem cada vez mais duradouros e satisfatórios, aumentando e muito o grau de satisfação de profissionais e de pacientes após uma restauração. Além disso, a resina composta é de fácil aplicação e manuseio, podendo assumir diversas formas de maneira simples e prática, sendo utilizadas para preencher cavidades, para dar acabamento e até mesmo na produção de facetas, sendo um dos itens mais utilizados hoje na dentística restauradora. Aqui na Dental Med Sul nós temos as principais resinas compostas do mercado, confira abaixo o nosso estoque de produtos e aproveite nossas incríveis condições de pagamento:
Foram encontrados 63 produtos nesta categoria (em 0,031 segundos)
Ordenar por:
Foram encontrados 63 produtos nesta categoria (em 0,031 segundos)
Ordenar por:


Resina Composta


A resina composta é sem sombra de dúvidas um dos itens mais importantes e utilizados em procedimentos dentísticos, servindo para inúmeros propósitos, sendo desde restaurações a até preenchimentos e acabamentos estéticos, tornando-se hoje em dia um produto indispensável nos consultórios odontológicos espalhados pelo mundo.

De maneira geral a resina composta é muito útil e versátil, isso devido a sua composição que leva 3 ingredientes: a matriz orgânica, a carga inorgânica e os agentes de união. 

A matriz orgânica é o ingrediente número um de uma resina composta, sendo um item composto por uma estrutura amorfa e biológica. Estas características, garantem maior rigidez e estabilidade para as resinas compostas de hoje em dia.

O ingrediente número dois é a carga inorgânica. Este item é reforçado com partículas diversas, podendo ser elas: de quartzo, de carga, de minerais e até mesmo com dispersão de vidros, tendo assim como objetivo principal melhorar a resistência da resina contra compressão e tração, aumentando assim o seu desempenho e durabilidade final.

E o terceiro e último ingrediente, são os agentes de união. Estes por sua vez tem como missão unir da melhor forma possível todos os outros itens contidos na resina composta, uma vez que a carga inorgânica e a matriz orgânica são feitos de tipos de material totalmente opostos, utilizando na sua grande maioria um elemento chamado “silano”, que é conhecido por promover a união entre itens inorgânicos e orgânicos.

Além disso, as resinas compostas possuem também três tipos de de grau: baixa viscosidade, média viscosidade e alta viscosidade.

As resinas de baixa viscosidade, são mais “líquidas”, sendo utilizadas assim para locais de acesso mais difícil pois se espalham bem e conseguem penetrar com facilidade em locais de difícil alcance. Já as resinas de média viscosidade são as mais comuns utilizadas, apresentando maior versatilidade e também sendo facilmente manipuladas. E por último temos as resinas de alta viscosidade, que por sua vez são mais difíceis de serem manipuladas, sendo assim mais utilizadas em dentes posteriores por serem mais aderentes e rígidas.

Além da classificação por tipo de viscosidades, as resinas compostas também são classificadas pelo tamanho de suas partículas, sendo por sua vez as seguintes classificações: resina macroparticulada, resina microparticulada, resina híbrida e resina nanoparticulada.

As resinas macroparticuladas foram basicamente as primeiras a serem criadas, não sendo muito utilizadas hoje em dia. Ela possui média resistência, mas infelizmente possui superfície áspera devido ao seu alto grau de dificuldade no polimento, além de serem suscetíveis a manchas e à desintegração, sendo estes os principais motivos pelo seu desuso em procedimentos atuais.

Já as resinas microparticuladas, possuem maior grau de lisura em sua superfície, isso graças a sua grande facilidade de polimento. Porém possuindo baixa resistência mecânica e baixa compreensão, acarretando assim um uso maior de matriz orgânica em sua composição, o que muitas vezes deixa o material um pouco “viscoso demais”, podendo ser utilizado em sua matriz orgânica um pouco de sílica coloidal para resolver tal problema.

Além destas, temos as resinas híbridas. Elas por sua vez são as mais versáteis e satisfatórias para uso geral, sendo conhecida também como “resina universal”, possuindo lisura de um bom nível e boas propriedades mecânicas, sendo facilmente utilizada em procedimentos nos dentes anteriores e posteriores sem grandes problemas.

E por último temos as resinas nanoparticuladas. Esta é a resina que possui maior propriedade mecânica e maior grau de lisura em sua superfície, além de maior resistência e polimento. Isto ocorre, pois ela utiliza em sua composição mais carga inorgânica do que matriz orgânica, permitindo assim que ela tenha tais propriedades superiores.

E ainda, temos um último tipo de classificação: resinas fotoativadas e resinas quimicamente ativadas. As resinas fotoativadas, são ativadas geralmente por luz visível, permitindo assim maior controle sobre trabalho e tempo, além de permitir o uso de outras cores de resina. Já as resinas quimicamente ativadas, reagem quando dois elementos entram em contato quando misturados, começando assim o seu processo de autopolimerização.

E agora que você já sabe tudo sobre as resinas compostas, aproveite e abasteça seu consultório com as resinas da Dental Med Sul! Possuímos em estoque as melhores marcas e modelos, além de claro, possuir as melhores condições de pagamento do Brasil. Sendo assim, não perca mais tempo! Compre agora mesmo suas resinas, deixe seu consultório abastecido e pronto para atender seus pacientes e ainda economize parcelando tudo em até 12 vezes nos cartões ou ganhando 8% de desconto para pagamento à vista!
Newsletter
CADASTRE-SE E RECEBA OFERTAS EXCLUSIVAS: